Liberação Miofascial: o que é e quando fazer?

Uma técnica bastante conhecida e usada na rotina de treinamento dos atletas amadores e profissionais, a Liberação  Miofascial age como forma de recuperação muscular e prevenção de lesões.
São muitos os benefícios de liberar a fáscia – um tecido conjuntivo fibroso que envolve nossos vasos sanguíneos e nervos, conectando ossos e músculos do corpo.
Quando está sobrecarregada, pode sofrer algumas alterações como aderências fibrosas e desidratação, desencadeando uma diminuição de amplitude de movimento, e perda da flexibilidade muscular – causando dor.
A liberação miofascial é caracterizada pelo alongamento manual da fáscia e tecido muscular, aliviando dores, normalizando a qualidade do músculo, aumentando a circulação sanguínea local e diminuindo consideravelmente o risco de lesões musculares.
Ela pode ser realizada em qualquer pessoa que sinta alguma tensão muscular, em especial aqueles que praticam atividade física – pois melhora a capacidade do músculo de realizar movimento.
O momento ideal de se fazer cabe a você decidir. Seja no pré exercício ou pós, os benefícios serão mantidos. Lembre-se que encurtar o tempo de recuperação significa disponibilidade total para o próximo treino.
Recomendamos que a aplicação dessa técnica seja realizada com um fisioterapeuta especialista neste tratamento.

Barbara Vieira

Barbara Vieira

Fisioterapeuta Head do SPA Care Club – Parque do Povo
Especialista em Fisioterapia Dermatofuncional pela Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, certificada em agulhamento a seco pela Associação Brasileira de Dry Needling

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *