Educativo: como levantar o quadril

Uma das melhores coisas que aconteceu na natação foi o traje tecnológico. Por três anos (2007-2009) recordes eram batidos aos montes, dando um impulso promocional para o esporte.
Com o fim dos trajes, treinadores e biomecânicos tiveram de levar para a prática da natação os benefícios que os trajes nos traziam, dentre eles, o maior de todos: a posição alta do quadril
Aqui apresentamos um educativo para cada estilo, pois quadril alto deixou de ser qualidade do nado, e virou obrigação:
CRAWL 
Colocar o corpo na posição lateral e executar o nado somente com um braço, deixando o outro ao lado do corpo. Executar 3 braçadas, e realizar a troca do braço. Ao manter o corpo na posição lateral e um dos braços de lado, você maximiza a execução da técnica de braçada, mantendo um posicionamento alto de quadril.
COSTAS 
Na posição dorsal, começar o movimento batendo perna de costas com os dois braços ao lado do corpo. Com um determinado número de pernadas, levantar um braço até ao nível do ombro, na posição de 45 graus, e baixá-lo. Fazer o mesmo movimento com o outro braço, baixá-lo. Por fim, executar os dois braços juntos, elevando a mesma posição, baixá-los, começar tudo de novo.
PEITO 
Fazer a execução de 3 ciclos de braçada de peito sem qualquer pernada, mas tentando manter as pernas altas e alinhadas, seguido por três ciclos normais de peito (braço + perna). Repetir os movimentos.
BORBOLETA 
Buscando o alinhamento, executar somente a ondulação de forma leve, mantendo o corpo alto e alinhado. Braços estendidos à frente, e executando um determinado número de movimentos de pernada. Executar uma braçada completa de borboleta, mas retomar imediatamente o movimento de ondulação leve. O foco aqui será manter o padrão alto de alinhamento, executar uma braçada, e voltar ao mesmo movimento sem perder a qualidade da posição.
Boas braçadas!

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *