Educativo para movimento de recuperação do nado crawl

PROBLEMA:
Excesso de força no movimento de recuperação do nado crawl

DIAGNÓSTICO:
O nado crawl tem duas fases bem distintas na sua ação de braçada: uma fase referente à fase propulsiva, e a outra à fase de recuperação. É bem comum, quando o nadador procura incrementar sua velocidade (colocando mais força ou aumentando o seu ritmo de braçadas), colocar desnecessária força na ação dos braços.
Esta força gera ações não propulsivas, e se transformam em energia dissipada. Traduzindo: você está jogando energia fora.
RECOMENDAÇÃO:
Fazer o nadador melhorar a sensibilidade, colocando força no movimento adequado, aprendendo a dominar a recuperação sem gasto de energia.
EDUCATIVO:
Determinar que o nadador faça uma determinada distância tocando com a mão numa faixa do corpo que vai da coxa até a cabeça. Assim, ao iniciar a recuperação, antes de encaixar a fase propulsiva da braçada, o nadador obrigatoriamente deverá tocar esta faixa do corpo e, na sequência, começar a braçada.
O exercício é progressivo, ou seja:
  • primeira distância tocando uma vez
  • segunda distância tocando duas vezes
  • terceira distância tocando três vezes
  • quarta distância tocando quatro vezes
  • quinta distância tocando cinco vezes
NOTAS:
  • Usar distâncias pequenas, para melhor assimilação do movimento
  • Educativo a ser executado em ritmo lento a moderado
  • Nadadores iniciantes executar o educativo até 3 toques
  • Nadadores avançados executar o educativo até 5 (ou mais toques)
  • O toque não pode ser feito no mesmo local, ou seja, um toque na coxa, outro nas costas, e outro na cabeça para que haja o movimento da braçada
  • Ao final da série de educativos, fazer uma nadada técnica para assimilaçãoo do nado correto.

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *